quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Será?!?!

Há uns dias atrás ouvindo vozes estranhas vindas do jardim cá de casa deparámo-nos com um cenário nada habitual - estava o Tarzan (mas vestido meninas que aqui já estamos no Outono!) a preparar-se para trepar a uma das árvores.
A árvore estáva muito alta e por motivos de segurança íam cortá-la.
Nós sabiamos que qualquer dia isso ía acontecer mas ao filhotes ficaram logo preocupados com os ninhos que estariam na dita cuja, felizmente não tinha nenhum.
 
 
 
Agora qual não foi o meu espanto quando me disseram que a seguir íam cortar a cerejeira que está no jardim atrás da casa!! Esta cerejeira que fica linda cheia de flores. 

 
É certo que não chegavamos ás cerejas mas o jardim ficava lindo!
A minha pergunta é: SERÁ que a minha senhoria é leitora assídua do meu blog e leu o post da minha ideia genial?? Decidiu então tirar a cerejeira para eu não tirar o estendal?!?! heimm
 
Na minha decoração de Outono não podia faltar cerejeira, está claro.....
 
Suporte para velas:

Disse à minha mãe que talvez aqui (foto em baixo) possam vir a nascer cerejas no próximo ano e pareceu-me que por segundos ela pensou em me mandar internar ;-)!
 
 
Podem ver aqui o que fiz há 2 anos com outros ramos.
 
A senhoria prometeu-me plantar outra cerejeira mais pequena - não me vou esquecer disso.
 
Tenham um dia maravilhoso,
Sandra

terça-feira, 24 de setembro de 2013

A minha velha cadeira nova!

Fez o seu trabalho durante muitos anos num escritório. Serviu de assento para muitas reuniões e na altura de modernizarem as instalações foi parar ao armazém à espera de ir para o lixo.  Mas eu apaixonei-me por ela e salvei-a de um fim trágico. Trouxe-a para casa onde nos serve de companhia em conversas animadas e está sempre disponível quando a casa está cheia e é preciso mais um cantinho para sentar.
Durante uns anos esteve forrada com trapilho castanho mas agora apeteceu-me algo mais vivo e alegre.
Assim estava com o assento já rasgado de tanto uso:

E assim está agora com tons verdes e amarelos:
 
A arca, também ela muito antiga, do lado direito levou uma lufada de ar (tinta) fresco e está para branca!
 
assim estava antes:
 
Desejo-vos um óptimo dia,
Sandra

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Good feeling ou um bem que veio por bem.......

Depois de 2 anos à procura de emprego em part-time, só para manhãs para estar com os filhotes de tarde, comecei em Abril a procurar full-time.
Aqui na Alemanha não facilitam nada a vida de uma mãe que quer trabalhar (mas isso não interessa agora).
Em Maio fui a uma entrevista. Estavam à procura para a minha área e para o que tenho experiência.
Mas infelizmente não fui escolhida. O chefe disse-me que tiveram mais de 50 candidaturas e que eu tinha sido das favoritas mas fiquei em segundo lugar. Fiquei muito desiludida mas depois também motivada porque estava perto. Quando se procura emprego há tanto tempo a esperança vai diminuindo e ás vezes já duvidava do meu curriculum e ser favorita (mesmo sem ser escolhida) já foi muito bom.
 
Quando estive de férias em Portugal em conversa sobre trabalho disse que tinha um feeling que ainda  ía trabalhar para a tal empresa. Não sei explicar, senti! Tinha mesmo quase a certeza.
 
Pensei em enviar o meu curriculum em Setembro outra vez para se lembrarem de mim mas tal não foi preciso. Final de Agosto recebi um e-mail a perguntar se ainda estava disponível e interessada e hoje recebi o meu contracto de trabalho!
 
Vou começar a trabalhar em Dezembro e estou felicíssima (finalmente vou pôr os meus neurónios a funcionarem, lembram-se?)!
 
Na Alemanha ainda é muito natural as mamãs ficarem em casa ou trabalharem em part-time por isso há quem (outras mães) me ache maluca, há quem me ache corajosa e também má mãe (isso não me dizem, claro, vejo um rolar de olhos ;o)), mas eu acho que as mentalidades aqui estão e precisam a mudar e os meus filhotes também ficam a ganhar se a mãe está satisfeita, certo?
 
ah a primeira escolha da empresa engravidou!! um bem que veio por bem - para mim também.
 
Tenham um óptimo dia cheio de bons feelings,
Sandra
 

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Wer sein Fahrrad liebt, der schiebt!

Em português significa: quem ama a sua bicicleta, empurra.
(Uma frase muito usada na Alemanha)
Ok, não rima nem soa tão bem como em alemão mas é o lema desta semana (e próximas).
É que as crianças que entraram para o quarto ano (como a minha filhota) começaram a tirar a carta de condução de bicicleta.
Só a partir do quarto ano podem ir de bicicleta para a escola mas têm que tirar a carta e antes de a terem há que empurrar a bicicleta.
 
Lembro-me que quando cheguei a primeira vez à Alemanha, era eu muito jovenzinha e inocente, fiquei chocada com os avisos do meu tio. "Não podes fazer isto, não podes fazer aquilo, etc. etc."
Isto aqui é tudo muito organizado e certinho e durante muitos anos havia muita coisa que me encomodava/irritava, enfim, aqui há regras e leis para tudo.
Depois tive filhos e fui para Portugal! E tantas saudades eu tive dessas regras.....
Uma amiga da familia contou-me, já eu tinha regressado, que numa conversa telefónica eu lhe disse que as coisas que me irritavam aqui eram as que mais falta me faziam em Portugal!!
Pensando no assunto acho que essas regras dão uma certa segurança e com filhos é tão importante sentir segurança.
Tirar a carta da bicicleta é mesmo isso, eles têm aulas teóricas e práticas de como se devem comportar na estrada. Tudo feito com um polícia. No fim fazem um teste.
 
(Fotos: 2 exemplos do livro que a Luisa recebeu para estudar)
 
 
É sem dúvida uma excelente ideia.
 
Tenham um excelente dia,
Sandra

domingo, 15 de setembro de 2013

Por cá.........

temos tido dias atribulados.
Segunda-feira começou a escola para a Luisa.
Como entrou para a quarta classe não houve nada de especial.
Já para a minha sobrinha Vanessa, que entrou para o quinto ano, houve uma pequena festa.
Os alunos que foram agora para o sexto ano contaram poemas e tocaram tambores.

 
A entrada para a primeira classe é feita com grande festa.
Foi a primeira vez que assisti aqui (a Luisa entrou em Portugal) e acho muito giro a importância que dão a esse dia. Primeiro houve missa conjunta (evangélica-católica) com fantoches, música e benção das crianças. Todas as crianças receberam um porta-chaves em forma de guarda chuva com a frase "Deus protege-te" que coloquei na mochila do Tiago.
 
O meu filhote estava tão contente por ir para a escola, por ser grande.
Na foto à entrada da escola.
Depois da missa fomos para a escola.
O director disse algumas palavras.
O coro da primária cantou algumas canções de boas vindas (a Luisa está na fila de trás, a segunda do lado direito). Depois a professora chamou cada aluno, que passou por um arco de girassóis e por fim foram para a sala de aulas para a primeira aula. 


 Enquantos as crianças estavam na aula os familiares (pais, irmãos, avós) reuniram-se para um lanche organizado pela associação de pais.
Eu estava encantada com o carinho com que preparam o primeiro dia de escola das crianças na Alemanha. Fazem mesmo tudo para que se sintam bem e seja o mais agradável possível a entrada nessa nova etapa.

Para mim o lanche acabou com um grande susto. Sabem aqueles dias em que sem motivo aparente sentimos um nervoso estranho? Eu estava num desses dias. O Luis chegou a perguntar-me o que eu tinha e eu sem saber. Acho que andei todo o dia que nem uma barata tonta e não foi por o meu filhote entrar para a escola. Eu estava tão contente quanto ele. Mas voltando ao lanche....sentia-me já mais calma, estava a conversar com o maridão sobre a festa e de repente sinto alguém a cair, ainda me tocou e caiu (direita, tipo lápis (dificil explicar)) de costas ao meu lado. O barulho da cabeça a bater no chão ouviu-se na sala toda, foi hórrivel. A minha primeira reação foi baixar-me para ajudar a senhora idosa a levantar-se mas depois vi que estava inanimada com os olhos abertos e pensei no pior. Levantei-me porque sei que não se deve mexer e a minha preocupação foi a Luisa que estava ao meu lado. Vi alguém a tentar levantá-la e a dizerem para não o fazerem, vi sangue por baixo da cabeça e quis tirar de lá a Luisa. Lembro-me de dizer "ambulância, ambulância", acho que ouvi gritos mas não tenho a certeza. Eu tremia, acho que senti uma grande impotência ver de repente alguém caír morta ao meu lado e eu não poder fazer nada! Tudo isto aconteceu em segundos.
Estava lá um médico que tratou da senhora até vir o INEM e quando saí da sala a senhora já estava consciente.
Não sei como ficou depois e espero que esteja a recuperar bem.
A mim chegou-me o susto.
O Luis disse que eu reagi bem mas para mim foi muito complicado.

O que é bom é que o tempo tudo cura e as emoções positivas reinaram nesse dia!

Agora já tenho os 2 filhotes na escola, ufa, estou a ficar velhota :o)
Nas 2 fotos que seguem vão eles a caminha da escola no dia seguinte.
Agora vem a rotina. Uma rotina diferente já que as ídas para o infantário já estão longe.
Há aprender, fazer trabalhos de casa, treinos............



Algo de muito bom aconteceu-me esta semana também, mas isso eu conto depois ;o)

Obrigada por estarem aí.
Desejo-vos um domingo maravilhoso,
Sandra

37/52

"A portrait of my children, once a week, every week, in 2013"
"uma foto dos meus filhos, uma vez por semana, todas as semanas de 2013"
 
Luisa & Tiago: A fazerem os trabalhos de casa juntos.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Chegou o dia!

Finalmente chegou o dia da operação (adenóides) da minha filhota.
Quando há umas semanas atrás o médico disse que o melhor seria mesmo operar eu quase dancei no consultório (bem, só não dancei para ele não me mandar internar!). Que mãe sou eu que quer que a filha seja operada? Perguntam vocês. Não sou a favor de operações se não forem mesmo necessárias mas depois de vários anos a adiar eu juro que quando o médico disse para operar foi como ouro sobre os meus ouvidos !
 
A operação correu bem. Nada de especial (disse o médico).
Ela portou-se lindamente. Ainda está fracota e com cuidados especiais.
Pôde passar a tarde no sofá a ver desenhos animados e comer gelado.
Tem direito a mordomo 24h/dia (moi) e há que aproveitar os miminhos extra....
 
"mãeeee, tenho fome"
"mãeeee, afinal já não quero comer"
"mãeee, tenho sede"
"mãee, quero fazer xixi"
"mãeee.........."
 
E não, ainda não estou com cabelos brancos :o).
 
Desejo-vos um óptimo fim de semana,
Sandra
 
 
 
 

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Emagrecer vs Chocolate!

 
Estou a precisar emagrecer, digamos, uns 5 quilitos. Com 4 até já ficava contente mas 5 era maravilhoso. O problema é que eu não sou de fazer dietas, não consigo pronto. Assim que penso nisso dá-me vontade de comer aquelas coisas todas que fazem mal. O que faço agora é ter alguma atenção no que como. Antes de ir de férias comecei a trocar alimentos e a ingerir menos açúcar (é ipressionante a quantidade de açúcar que tem nos alimentos) mas depois fui de férias a Portugal e lá veio a desgraça. E com o calor os gelados e a cortisona por causa da pele e os chocolates suiços que tenho no frigorífico e são a minha tentação e podia continuar a lista.....
Como vêm os quilitos a mais não são culpa minha mas de várias circunstâncias muito difíceis de gerir ;o).
 
 
(foto: via pinterest)
 
Se me quizerem dar umas dicas de como emagrecer sem a palavra dieta agradeço :o).
 
Desejo-vos um óptimo dia,
Sandra

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Aniversário na quinta

Como já contei no post anterior na sexta-feira passada fomos à Suiça ao aniversário de um amigo.
Ele tem uma quinta enorme e um estilo de vida diferente do nosso.
É muito mais ligado à natureza e de uma simplicidade que admiro.




"Mãeeee, podemos levar este gatinho para casa??"

Para nós foi uma óptima experiência mas eu cheguei à conclusão que apesar de ser muito agradável viver num lugar assim não é nada para mim! Preciso de mais agitação :o).
 
Desejo-vos um óptimo dia,
Sandra

Alemanha - Austria - Suiça

Andei uns dias em baixo.
Ainda não ter encontrado emprego e estar com o corpo (mais uma vez) cheio de borbulhas não tem sido fácil. Desta vez tive uma reação alérgica à tinta do cabelo. Irónico é que antes de ir de férias tive uma infecção na garganta e como costumo reagir alérgica ao antibiótico tive a tratar sem antibiótico! 2 Semanas mais tarde pintei o cabelo, hallooo, no futuro não se admirem dos meus cabelos brancos. Deve de ser da idade (PDI), não sei.
OK, Psoriase faz parte da minha vida desde que me conheço mas parece que agora tenho que ter cuidado com tudo. Para ajudar à festa estou a tomar cortisona (pastilhas pela urgência) e sinto-me super inchada. O maridão, que é um querido, diz ser só impressão minha mas a prova está na minha aliança - nem mexe do dedo (costuma "dançar")!

Mas chega de coisas negativas.

É que para esquecer os dramas da minha vida não há melhor do que fazer uma pequena viagem.
 (Isso depois de ter pintado uma arca antiga, o tecto da casa de banho e feito vários trabalhos em crochet, mas sobre isso eu depois conto).

Sexta-feira lá fomos nós rumo à Suiça, passando pela Austria.
O 40. aniversário de um amigo alemão que mora na Suiça foi um óptimo pretexto para irmos ao Bodensee. É uma zona lindíssima. De um lado o lago e do outro as montanhas.
Paramos em Lindau para dar um passeio.
 
 
Amanha mostro fotos do aniversário.
 
Beijos de boa noite e pensamentos positivos ;o),
Sandra

domingo, 1 de setembro de 2013

35/52


"A portrait of my children, once a week, every week, in 2013"
"uma foto dos meus filhos, uma vez por semana, todas as semanas de 2013"
 
Luisa: tão grande......
Tiago: tão curioso.....